As Jornadas


7 & 8 de Dezembro | Instituto Politécnico de Tomar

As 2as Jornadas de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar (IPT), pretendem colocar em discussão a importância do turismo cultural e religioso para a imagem dos destinos turísticos. O turismo constitui uma forma de salvaguardar o património cultural, devendo-se aproveitar os recursos culturais e naturais existentes de maneira a contribuir para o desenvolvimento do território. O turismo cultural e religioso pode ser um ativo diferenciador dos territórios por convergir estrategicamente para experiências turísticas inovadoras. O turismo cultural ao envolver os recursos culturais e religiosos nas estratégias da atividade turística sustentável viabiliza o aumento da atratividade das regiões. Neste sentido, os recursos patrimoniais tidos como elementos de identidade cultural e regional podem através do turismo cultural e religioso afirmar-se como um fator de competitividade de base territorial.

Face ao reconhecimento crescente da importância em valorizar produtos de base cultural em destinos com uma vasta riqueza de oferta de recursos patrimoniais, as 2ªs Jornadas de Turismo: turismo cultural e religioso tem como objetivos:

1) refletir sobre a importância do turismo cultural e religioso para a imagem dos destinos turísticos, para o desenvolvimento territorial e atratividade turística;

2) perceber se a valorização de um destino turístico, do ponto de vista turístico cultural e religioso, se encontra associado a uma economia das experiências através do desenvolvimento e promoção de produtos turísticos;

3) entender se os produtos de base cultural tendem a acrescentar valor aos destinos turísticos e por essa via a desempenhar um papel fulcral no âmbito dos planos de desenvolvimento turístico das regiões, através da criação de produtos turísticos culturais sustentáveis.

As 2ªs Jornadas de Turismo: turismo cultural e religioso por forma a atingir os objetivos propostos, apresentam uma estrutura dividida em painéis temáticos onde se abordará a importância do turismo cultural e religioso para os territórios, a museologia, a segurança no turismo e no património religioso e uma última temática dedicada à importância da gastronomia como produto turístico cultural e religioso na dinamização das economias locais.

Programa


Receção


Receção aos Participantes
09h30
Sessão de Abertura
09h50
Eugénio Pina de Almeida, Presidente do Instituto Politécnico de Tomar
Anabela Freitas, Presidente da Câmara Municipal de Tomar
Francisco Carvalho, Diretor da Escola Superior de Gestão de Tomar
Eunice Ramos Lopes, Diretora dos Cursos de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar

1º Painel

Turismo Cultural e Religioso na Região Centro


A importância do Turismo Cultural e Religioso na Região Centro
10h10
Pedro Machado, Presidente do Turismo Centro de Portugal

Mesa Redonda

Luís Mota Figueira, Diretor do L-Tour, Instituto Politécnico de Tomar


Turismo, Museologia e Património
10h40
Adriana Rodrigues, Chefe do Núcleo de Administração Geral, Turismo Centro Portugal
Ana Soares, Chefe de Divisão de Turismo e Cultura, Câmara Municipal de Tomar
Ana Saraiva, Chefe da Divisão de Ação Cultural e Diretora do Museu Municipal, Câmara Municipal de Ourém
Gonçalo Cardoso, Diretor do Museu de Arte Sacra e Etnologia de Fátima

Pausa para café


11h40

2º Painel

Segurança no Turismo e no Património Religioso

Ericka Amorim, Instituto Politécnico de Tomar


“SOS Azulejo”: o 3º projeto para a proteção e segurança do
património cultural do Museu de Polícia Judiciária
12h00
Leonor Sá, Curadora do Museu da Polícia Judiciária e SOS Azulejos
Apresentação da estrutura de Turismo da PSP – oportunidades e desafios
12h25
José Lopes de Oliveira, Subintendente da PSP, Esquadra de Turismo de Lisboa
Debate
12h50

Pausa para almoço


Almoço
13h10

3º Painel

A gastronomia como produto turístico cultural e religioso

José Luís Braga, Instituto Politécnico de Tomar


O Pão que nos mata a fome e que se oferece a Deus:
Histórias de exuberância e de simplicidade
15h00
Olga Cavaleiro, Presidente da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas
Receituários: a preservação identitária - o caso de Cascais
15h25
Raquel Moreira, Professora e Investigadora da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril
Debate
15h50
Apresentação do Livro “Viagem ao Património Português” de Rita Jerónimo
16h10
Eunice Ramos Lopes, Instituto Politécnico de Tomar

Momento musical
16h30
Sara Tabaio & Céline Bairrada

Visita & Prática Profissional

Eunice Ramos Lopes, Instituto Politécnico de Tomar


Visita & Prática Profissional
17h10
Carla Rego & Ricardo Triães, Laboratório de Conservação e Restauro, Instituto Politécnico de Tomar
Leonor Loureiro, Laboratório de Documentos Gráficos, Instituto Politécnico de Tomar

Lagares d'El Rei


Receção
09h20
Visita Técnica Turística e Cultural| Visita aos Moinhos e Lagares d'El Rei
09h40
Ana Soares, Chefe de Divisão de Turismo e Cultura da Câmara Municipal de Tomar
Filomena Simas, Técnica Superior da Câmara Municipal de Tomar
Eunice Ramos Lopes, Instituto Politécnico de Tomar
Visita Técnica Turística e Cultural| Visita ao Património da cidade de Tomar
11h40
José Luís Braga, Instituto Politécnico de Tomar
Vasco Ribeiro Santos, Instituto Politécnico de Tomar
Estudantes do curso TeSP em Produção de Atividades para o Turismo Cultural, Instituto Politécnico de Tomar

Almoço de Encerramento


Galeria


Oradores


Pedro Machado

Pedro Machado

Presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal.
Doutorado em Turismo, pela Universidade de Aveiro, é Mestre em Ciências de Educação, na Área de Especialização - Psicologia Educacional, pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, e Licenciado em Filosofia.
É Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Associação Rotas do Vinho de Portugal desde 2014;
Membro Cooptado da ESTH/IGP –Superior de Turismo e Hotelaria do Instituto Politécnico da Guarda desde 2013;
Membro Cooptado do DGEI –Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial da Universidade de Aveiro, desde 2013;
Presidente da ARPT - Agência Regional de Promoção Turística Externa.

Eunice Ramos Lopes

Eunice Ramos Lopes

Professora Adjunta da Escola Superior de Gestão de Tomar no Instituto Politécnico de Tomar.
Diretora dos Cursos de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar.
Membro do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Gestão de Tomar.
Formação Avançada em Turismo. Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e do Turismo da Universidade de Aveiro.
Doutoramento em Antropologia. Especialização em Antropologia do Turismo, Políticas e Imagens de Cultura e Museologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Mestrado em Património e Museologia. Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Áreas de investigação: Turismo; Antropologia; Património e Museologia.
Investigadora colaboradora do Centro de Investigação em Antropologia (CRIA-FCSH-UNL) e do GOVCOPP- Unidade de Investigação em Governança, Competitividade e Políticas Públicas da Universidade de Aveiro.
Investigadora efetiva do TECHN&ART - Centro de Tecnologia, Restauro e Valorização das Artes do Instituto Politécnico de Tomar

Subintendente José Pedro Almeida Garcia Lopes de Oliveira

Subintendente José Pedro Almeida Garcia Lopes de Oliveira

Nasceu no dia 4 de Janeiro de 1974, no Concelho de Moita, Distrito de Setúbal.
Foi aluno do Colégio Militar entre Outubro de 1984 e Julho de 1993.
Concluiu, em Julho de 1998, a licenciatura em Ciências Policiais no Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna.
Foi Comandante da Esquadra de Trânsito do Comando Distrital de Évora (1998/99).
Foi Comandante de pelotão e instrutor no Corpo de Intervenção da PSP (1999/2001).
Foi Chefe do Núcleo de Tecnologias de Informação do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa (2001/04).
Foi Adjunto do Comandante da Divisão de Trânsito do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa (2004/07). Paralelamente foi docente no Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (2006/07).
Foi 2º Comandante Distrital do Comando da PSP de Bragança (2007/10). Paralelamente foi docente na Escola EB3 Emídio Garcia no curso de Técnicos de Protecção Civil.
Foi Assessor em Angola para a criação do Instituto Superior de Ciências policiais e Criminais (2010).
Chefiou o Núcleo de Licenciamento do Departamento de Segurança Privada da PSP (2010/11)
É, desde Dezembro de 2014, Comandante da Divisão de Segurança a Transportes Públicos do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa, função em que tem representado a PSP em diversos fóruns internacionais.
Apresentou diversas Comunicações Livres ou Posters e abordou variados temas em intervenções em Mesas Redondas ou Conferências.
Tem várias formações na área de Ordem Pública, Comando, Estratégia, Planeamento.
Foi formador e director de diversos cursos em diversas áreas de âmbito policial.
Frequentou o Curso de Defesa para Jovens do Instituto da Defesa Nacional e foi o primeiro Presidente da Associação Nacional de Jovens Auditores para Defesa, Segurança e Cidadania (2003/06).
É membro da Direcção do Montepio da PSP de Lisboa desde 2017.

Olga Cavaleiro

Olga Cavaleiro

Olga Cavaleiro nasceu em 1971 em Tentúgal, Montemor-o-Velho. É licenciada em Sociologia pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Em 1996 concluiu o Curso de Pós-Graduação em Direito da Comunicação na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, e em 2018 terminou o Mestrado Alimentação, Fontes, Cultura e Sociedade da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra com 19 valores.
Entre 1996 e 2000 exerceu funções de docente no Instituto Técnico Artístico e Profissional de Coimbra (ITAP) e no Instituto Superior de Ciências Educativas de Mangualde (ISCE). Ainda durante esse período exerceu, as funções de Socióloga no Serviço Sub-Regional de Segurança Social de Castelo Branco – CRSS do Centro. No ano de 2001 assumiu a direção comercial da Pastelaria O Afonso em Tentúgal, funções que exerce até ao presente.
Desde 2017 é docente da Licenciatura em Gastronomia na ESEC - Coimbra, lecionando também na Escola de Hotelaria e Turismo de Lamego várias disciplinas da área da Gastronomia.
Sempre muito ligada ao Associativismo, Olga Cavaleiro assumiu ao longo dos anos diversos cargos de direção em Associações, nomeadamente a presidência da Associação de Pasteleiros de Tentúgal, tendo nesse âmbito desenvolvido diversas atividades entre as quais: Organização de diversas Feiras de Doçaria Conventual de Tentúgal; Desenvolvimento do processo de qualificação do pastel de Tentúgal, Indicação Geográfica Protegida (IGP); Organização de diversos eventos relacionados com o pastel de Tentúgal.
Fez parte do órgão fundador da Confraria de Doçaria Conventual de Tentúgal, tendo sido nomeada para presidir a Assembleia Geral com o título de Grã-Mestre do Capítulo. Neste momento preside à Direção da Confraria da Doçaria Conventual de Tentúgal na qualidade de Grã Mestre Chanceler. Tendo assumido o cargo de Vice-presidente da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas no Triénio 2010-2012 passou a assumir a presidência em 2013 até à atualidade. Destacou-se nestes anos de trabalho na FPCG a aprovação na Assembleia da República por unanimidade do Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa. A celebração desse dia tem sido o foco da atenção da Federação que tem conseguido o envolvimento de vários parceiros onde se destacam a TAP, CP, CTT, Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, FAO, Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, Escolas de Hotelaria da Rede do Turismo de Portugal.
Em 2016 edita a publicação “ A minha Viagem por Portugal” que reuniu as crónicas que durante um ano escreveu para o semanário Sol. Neste momento é cronista sobre a temática Gastronomia no diário: As Beiras.

Raquel Moreira

Raquel Moreira

Professora Adjunta na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. Doutorada em Antropologia pela Universidade de Sevilha. Presentemente integra a equipa do projeto de investigação Inovação e Futuro: Contributos para o Desenho da Oferta Turística na Área Metropolitana de Lisboa (Lisboa-01-0145-FEDER-023368). A gastronomia e o património têm constituído as sua principais áreas de investigação e de docência. É autora de diversas publicações neste domínio, destacando-se os livros Receitas de Reis e Pescadores. Memória e Património Gastronómico do Concelho de Cascais, em co-autoria com Cláudia Silva Mataloto (2017, Casa das Letras) e Queijadas de Sintra. História de um Doce Regional (1999, Colares Editora).

Adriana Rodrigues

Adriana Rodrigues

2014-...: Chefe Núcleo Administração Geral e Comunicação da Turismo do Centro de Portugal
2009-2013: Vereadora, Câmara Municipal de Vale de Cambra
2007-2009: Diretora Desenvolvimento Organizacional, Instituto Planeamento e Desenvolvimento Turismo (IPDT)
2006-2007: Técnica de Recursos Humanos e Executive Search, Grupo Visabeira
2004-2006: Técnica de Recursos Humanos, Grupo Unicer
2008-…: Doutoranda "Psicologia Social, Aplicada aos Contextos Organizacional e Político-Jurídicos", Faculdade Psicologia, Universidade de Santiago de Compostela – Tema: "What makes Oporto the European Best Destination_A muldimensional approach"
2011: Diploma de Estudos Avançados, Faculdade de Psicologia, Universidade de Santiago de Compostela
1998-2004: Licenciatura Psicologia, Ramo Trabalho e das Organizações, Faculdade Psicologia, Universidade de Coimbra

Vasco Ribeiro Santos

Vasco Ribeiro Santos

Professor Coordenador no ISLA Santarém.
Professor Adjunto Convidado no Instituto Politécnico de Tomar.
Docente na Universidade Europeia e Coordenador da Pós Graduação em Imagem, Protocolo & Gestão de Eventos na Universidade Europeia.
Licenciado em Gestão da Restauração e Catering e Mestre em Marketing e Promoção Turística, pela Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche – Instituto Politécnico de Leiria, em 2012.
Doutorado em Ciências Empresariais na especialidade de Marketing, em 2016, pela Universidade Fernando Pessoa no Porto.
Frequenta o 2º ano do Doutoramento em Turismo na Universidade de Sevilha.
Iniciou a sua atividade profissional como docente e Coordenador de Curso na EPNazaré - Escola Profissional da Nazaré, nos Cursos Profissionais de Hotelaria, Turismo e Organização de Eventos.
Autor do Livro “Cortesia, Etiqueta & Protocolo na Hotelaria de Luxo”, publicado pela Chiado Editora em 2017.

Gonçalo Cardoso

Gonçalo Cardoso

Gonçalo Cardoso é licenciado em História - variante História da Arte, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Pós-graduou-se em Museologia e Património na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa em 2005.
Ingressou em 2000 como Técnico Superior no CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia dos Missionários da Consolata em Fátima, desempenhando funções no Serviço de Inventário. Coordenou, mais tarde, exposições temporárias e ações do Serviço Educativo e de Animação. Em 2006 assumiu a direção do Museu.
Foi presidente do CEPAE (Centro do Património da Estremadura), membro do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria – Fátima, representante da Conferência Episcopal Portuguesa na Secção dos Museus do Conselho Nacional de Cultura e foi igualmente membro do Conselho Pastoral da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade – Ourém.
Possui desde 2016 o Diploma de Estudos Avançados em “Turismo, Lazer e Cultura” da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Ana Saraiva

Ana Saraiva

Antropóloga, mestre em museologia e património, doutorada em antropologia – especialidade de políticas e imagens da cultura e museologia (Universidade Nova de Lisboa). Tem desenvolvido trabalhos de investigação no país (sobre identidade, património e museus), com publicações, comunicações científicas e participações em projetos de desenvolvimento local.
Trabalhou nos municípios de Góis e Gavião. Chefia a divisão de ação cultural no Município de Ourém. Fundou e dirige o Museu de Ourém (museu da Rede Portuguesa de Museus).

Éricka Amorim

Éricka Amorim

Professora Adjunta, Instituto Politécnico de Tomar
Doutorada em Geografia e Planeamento Territorial, Universidade Nova de Lisboa
Mestrado em Gestão e Desenvolvimento em Turismo, Universidade de Aveiro
Pós-graduada em Marketing, UNIFACS
Licenciada em Turismo, UNIFACS
Investigadora integrada do CITUR, IPL
Investigadora colaboradora no GOVCOOP, Universidade de Aveiro

José Luis Braga

José Luis Braga

Professor Adjunto Convidado do Instituto Politécnico de Tomar.
Membro Efetivo da Associação Portuguesa de História do Vinho e da Vinha (APHVIN/GEHVID).
Membro Integrado do CIDEHUS (Centro Interdisciplinar de História Culturas e Sociedades da Universidade de Évora).

Carla Rego

Carla Rego

Doutoranda de Conservação em Bens Culturais, na Universidade do País Basco – Bilbau. Mestre em Museologia e Património Cultural.
Professora Adjunta da Unidade Departamental de Arqueologia, Conservação e Restauro e Património do Instituto Politécnico de Tomar e responsável pela área de Pintura (Antiga e Contemporânea) e Escultura. Tem publicado artigos científicos na área de Pintura e Escultura.

Ana Soares

Ana Soares

Licenciada em Geografia e Planeamento Regional (var. geografia humana), especializou-se na área do turismo cultural tendo defendido em 1997 a tese de mestrado “Olhar Tomar a propósito do Turismo” (Universidade de Lisboa / Faculdade de Letras), para a qual recebeu uma bolsa de investigação da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (JNICT) através do programa PRAXIS XXI. Em 1999 inicia a colaboração com o Município de Tomar, prestando assessoria na área da cultura. Em 2004 passa a exercer as funções de chefe de divisão na área da animação cultural. No período de 2008 a 2010 desempenhou funções de Chefe de Divisão de Cultura, Museus e Património no Município de Abrantes, regressando em 2010 à Câmara Municipal de Tomar, onde tem desempenhado as funções de Chefe de Divisão nas áreas do turismo, cultura e museus.

Ricardo Triães

Ricardo Triães

Doutor em Geociências pela Universidade de Aveiro e membro da unidade de Investigação GEOBIOTEC, U. Aveiro.
Professor Adjunto da Unidade Departamental de Arqueologia, Conservação e Restauro e Património do Instituto Politécnico de Tomar na área de materiais cerâmicos e património integrado.
Director do TeSP em Produção Artística para a Conservação e Restauro e responsável pelo laboratório de materiais cerâmicos do IPT.
Tem realizado investigação sobre o estudo, caracterização e conservação de materiais cerâmicos arqueológicos, assim como trabalhos de artes plásticas envolvendo o estudo e desenvolvimento criativo de materiais cerâmicos.

Leonor Sá

Leonor Sá

- Doutorada em Estudos de Cultura pela Universidade Católica de Lisboa, Mestre pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa, pós-graduada pela Universidade Lusófona (Estágio no Centre International de Formation Écomuseologique, Québéc) e licenciada pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Leonor Sá é Conservadora Responsável do ‘Museu de Polícia Judiciária’ e Investigadora do ‘Instituto de História Contemporânea’ da Universidade Nova de Lisboa e do ‘Centro de Comunicação e Cultura’ da Universidade Católica de Lisboa.
Mentora e Coordenadora dos Projetos ‘SOS Azulejo’ (Grande Prémio da União Europeia para o Património Cultural/EUROPA NOSTRA 2013) e ‘Igreja Segura-Igreja Aberta’ (Prémio APOM 2007) e vogal da Direção da Associação Portuguesa de Museologia desde 2001, Leonor Sá foi galardoada com o Prémio BPI/Lisbon Consortium-UCP pela sua tese de doutoramento intitulada Infâmia e fama: o mistério dos primeiros retratos fotográficos judiciários em Portugal 1869-1895, publicada pelas ‘Edições 70’ em 2018. Publicou mais de duas dezenas de artigos e coordenou várias publicações na área da proteção do património cultural.

Luís Mota Figueira

Luís Mota Figueira

Professor Coordenador do Instituto Politécnico de Tomar
Docente da Unidade Departamental de Ciências Sociais
Investigador nos domínios do Turismo Cultural, da História da Arte, do Património (edição em 2014, Turismo Cultural: Abordagem a Um Produto Experimental - O Projecto “CIRAQUA” – Aqueduto do Convento de Cristo de Tomar), da Museologia e Museografia, das Artes e Ofícios e da Etnoarqueologia, das Artes Decorativas e Aplicadas, da Roteirização turístico-cultural (edição em 2013 do Manual para Elaboração de Roteiros de Turismo Cultural) temáticas e produções desenvolvidas em trabalho profissional de docência, investigação e de produção bibliográfica.
Director Executivo do CESPOGA – Centro de Estudos Politécnicos da Golegã
Membro da Comissão de Acompanhamento da Reserva da Biosfera do Paul do Boquilobo
Membro do Conselho Consultivo do CEFGA - Centro de Estudos em Fotografia da Golegã
Membro do Conselho Científico da Escola Superior de Gestão de Tomar
Membro do Conselho Pedagógico da Escola Superior de Gestão de Tomar
Membro do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Tomar
Diretor do L-Tour.ipt – Laboratório de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar
Licenciatura e Mestrado em História da Arte pela Universidade de Lisboa
Doutoramento em História da Arte pela Universidade de Coimbra
Pós-Doutoramento em Turismo, na Universidade de Aveiro
Director Técnico do Museu Agrícola de Riachos e Casa Memorial Humberto Delgado-Brogueira, Torres Novas
Orientador de estágios, projetos, dissertações de mestrado e teses de doutoramento nos domínios da docência e investigação

Filomena Simas

Filomena Simas

Especialização no Mestrado Interdisciplinar em Estudos Portugueses.
Licenciatura em Artes Decorativas Portuguesas
Bacharelato em Tecnologia em Conservação e Restauro.
Curso de Formação de Guias Turísticas Locais, com o aval da ADIRN – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte.
Membro Organizativo Seminário Internacional – A Importância do Património Industrial, inserido nos 150 Anos da Fábrica de Loiça de Sacavém, Câmara Municipal de Loures.
Comunicação na Palestra – Teoria do Restauro, Prevenir ou Conservar, Universidade Sénior de Almada.
Comunicação nos Encontros Informais de Peritagem em Artes Decorativas, na Escola Superior de Artes Decorativas da Fundação Ricardo Espírito Santo e Silva.
Comunicação no 2º Ciclo de Conferências sobre Arte, sob a orientação da Dra. Isabel Mendonça, na Escola Superior de Artes Decorativas da Fundação Ricardo Espírito Santo e Silva.
Técnica Superior na Câmara Municipal de Tomar na Divisão de Turismo e Cultura.
Técnica Superior na Câmara Municipal de Loures, Divisão Cultural do Departamento de Cultura, Desporto e Juventude
MENÇÃO HONROSA, atribuída pelos Prémios sob a égide da S.O.S. Azulejo, da Polícia Judiciária com o estudo/investigação para a publicação do Livro da O Azulejo de Sacavém – Património Industrial do Séc. XX, co-autoria com Bárbara Azevedo, Câmara Municipal de Loures.
Dicionário de Marcas de Faiança e Porcelana Portuguesas, em co-autoria com Sónia Isidro, editado pela Estar-Editora
Diversas publicações na área da Faiança.

Rita Jerónimo

Rita Jerónimo

Licenciada em Antropologia Social, com Mestrado em Antropologia: Património e Identidades pelo ISCTE.
Integrou as equipas das Exposições Fado, Vozes e Sombras no Museu Nacional de Etnologia e Pelos Campos de Idanha no Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova.
Enquanto técnica no Setor de Património Cultural da Divisão de Cultura, da Câmara Municipal de Odivelas, atividade que desenvolveu desde 2000, elaborou o projeto do Núcleo Museológico da Escola Profissional Agrícola D. Dinis; desenvolveu a investigação que conduziu à publicação Escola Agrícola da Paiã. 1917 – 2017: 100 anos de história e memórias, lançada em 2017, e coordenou o projeto Museológico do Mosteiro de Odivelas.
Entre 2008 e 2010 esteve destacada na Direção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo, onde integrou a equipa de levantamento do património imaterial da região de Lisboa e Vale do Tejo.
Encontra-se a desenvolver a tese de doutoramento em Antropologia, O Património Reinventado: processos de patrimonialização do imaterial em Portugal, cujo estudo de caso é a integração do Fado na Lista Representativa de Património Imaterial da UNESCO.

Escreveu o livro Viagem ao Património Português, uma obra dirigida ao publico infantojuvenil sobre os elementos patrimoniais integrados nas três listas da UNESCO.
Atualmente, é assessora da Ministra da Cultura para os museus e o património imaterial.

Céline Santos Bairrada

Céline Santos Bairrada

Nasceu no dia 16 de outubro de 1998, na Alemanha. Atualmente, vive no Concelho de Ansião, Distrito de Leiria.
No secundário concluiu o Curso Profissional de Técnico de Turismo na Escola Tecnológica e Profissional de Sicó em Avelar (Ansião).
Neste momento, frequenta o 2.ºAno da Licenciatura em Gestão Turística e Cultural no Instituto Politécnico de Tomar.
Como Passatempo aprecia ouvir música e cantar.

Sara Tabaio

Sara Tabaio

Aluna do Instituto Politécnico de Tomar do 2º ano do curso de Gestão Turística e Cultural, nasceu em 27/07/1998 e vive no Concelho de Azambuja. No ensino secundário concluiu o curso de Línguas e Humanidades, tendo ainda frequentado o Conservatório Regional Silva Marques.

Organização


Eunice Ramos Lopes (Coord.)
José Luís Braga
Éricka Amorim
Vasco Ribeiro Santos

Inscrição gratuita

Ficha de inscrição





<

Almoço de Encerramento (+info)

Almoço livre de encerramento, no restaurante Abrigo da Alma, Tomar, 10€/pago no local.