As Jornadas


A 3ª edição das Jornadas de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar (IPT), pretende revisitar práticas do desenvolvimento turístico regional onde o turismo cultural e religioso se inter-relaciona para a valorização e reforço das abordagens territoriais. A crescente competitividade dos destinos obriga a novas interpretações e novos conceitos de produto, tendencialmente sustentados no princípio da experiência e da emoção. O desenvolvimento de produtos de turismo cultural e religioso tem assumido particular protagonismo nas novas correntes de oferta e de procura turística consequentes de um consumo experiencial, cultural, espiritual e emocional. Neste sentido, as 3ªs Jornadas de Turismo: turismo cultural e religioso encontram-se organizadas através de um conjunto de painéis temáticos que conduzam à reflexão sobre:

a) os impactos dos produtos turísticos-culturais-religiosos no território onde se encontram implementados;

b) a arte religiosa ao serviço do turismo como fator de atratividade territorial;

c) a importância da relação sustentável do turismo e do património cultural e religioso nas dinâmicas de apropriação do conhecimento (da materialidade à imaterialidade) e do saber das comunidades locais.

d) o partilhar e vivenciar experiências associadas ao Caminho de Santiago e ao património e turismo judaico.

Estas 3ªs Jornadas para além de contemplarem a reflexão e o debate de temas relevantes da área do turismo cultural e religioso com especialistas de renome do setor, também proporcionará uma componente prática de visita técnica com Storytelling na Sinagoga de Tomar.

 

Participe!

Programa


Receção - 6 de Dezembro de 2019


Receção aos Participantes
09h30
Sessão de Abertura
09h50
João Freitas Coroado, Presidente do Instituto Politécnico de Tomar
Anabela Freitas, Presidente da Câmara Municipal de Tomar e Presidente da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo
Francisco Carvalho, Diretor da Escola Superior de Gestão de Tomar
Eunice Lopes, Diretora dos Cursos de Licenciatura em Gestão Turística e Cultural e TESP em Produção de Atividades para o Turismo Cultural do Instituto Politécnico de Tomar

1º Painel

Arte Religiosa ao serviço do Turismo

Eunice Lopes, Instituto Politécnico de Tomar


10h15
Marco Daniel Duarte, Diretor do Museu do Santuário de Fátima; Diretor do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima e Diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima
João Caldeira Heitor, Professor e Secretário Geral do Instituto Superior de Gestão; Investigador do CiTUR

Pausa para café


2º Painel

Turismo e património cultural e religioso no desenvolvimento dos territórios: da materialidade à imaterialidade

Sara Diogo Ferreira, Adjunta da Direção para o Ensino Profissional do Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere


11h35
Rui Simão, Coordenador da Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto (ADXTUR)
Luis Mota Figueira, Diretor do Laboratório de Turismo, Instituto Politécnico de Tomar

Debate


12h40

Almoço Livre


13h00

3º Painel

Caminho de Santiago e Turismo Judaico

Jorge Santos, Coordenador dos Cursos Profissionais do Agrupamento de Escolas de Proença - a - Nova


A importância do Turismo Religioso no desenvolvimento da Economia Local
15h00
Filipa Fernandes, Vereadora da Câmara Municipal de Tomar
Joaquim Feliciano da Costa, Presidente da Empresa Municipal de Belmonte

Debate


16h30
Momento Cultural Musical
16h45
Júlia Quadros & José Morgado
Encerramento
17h15

Receção - 7 de dezembro de 2019


09h45
Estudantes do curso TESP em Produção de Atividades para o Turismo Cultural, 2º ano, Instituto Politécnico de Tomar

Storytelling na Sinagoga, Tomar

Coordenação: João Simões, AENSM e IPT


10h00
Estudantes do curso Profissional de Técnico de Turismo do Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria, Tomar

Wine Tasting Experience


11h30
Amor Lusitano – A Portuguese Winehouse

Almoço de Encerramento


Galeria






Organização


Eunice Lopes (eunicelopes@ipt.pt) (Coord.)

João Simões (jpsimoes@ipt.pt)| STAFF ESTUDANTES

estudantes.JPG

Estudantes do curso TESP em Produção de Atividades para o Turismo Cultural, 2º ano, Instituto Politécnico de Tomar

 

20191010_144606.jpg

Estudantes do curso Profissional de Técnico de Turismo do Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria (AENSM), Tomar

 

STAFF ESTUDANTES|Licenciatura em Gestão Turística e Cultural, Instituto Politécnico de Tomar

micaela.JPG IMG_3349.JPG IMG3348.JPG
     
IMG3387.JPG IMG_3388.JPG IMG_3410.JPG
     
IMG_3409.JPG    

Inscrições Encerradas

<

Pausa para café (+info)

*Coffee Break oferecido pelo Centro de Emprego e Formação Profissional do Médio Tejo, Tomar.

**Exposição e venda de LIVROS de TURISMO (Livraria/Papelaria Nova de Tomar - Sala O105).

Wine Tasting Experience (+info)

Pagamento no local.

Almoço de Encerramento (+info)

Almoço livre de encerramento, no Restaurante Tomaz, Tomar. Pagamento no local.

João Caldeira Heitor



Doutorado em Turismo (Turismo Religioso) pela Universidade de Lisboa. Mestre em Educação e Administração Escolar pela Universidade de Évora. Licenciado em Português/Inglês pelo Instituto Jean Piage. Investigador Colaborador do Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação em Turismo: CiTUR Leiria, com diversas publicações e orador em vários congressos nacionais e internacionais.  
Ao longo do seu percurso profissional desenvolveu atividades de docência em diversas instituições de ensino superior (ISCAD; ISG; ULHT). 
Atualmente é Professor e Secretário-Geral do Instituto Superior de Gestão.

Eunice Ramos Lopes



Professora Adjunta da Escola Superior de Gestão de Tomar no Instituto Politécnico de Tomar. Diretora dos Cursos de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar.Membro do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Gestão de Tomar.
Formação Avançada em Turismo. Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e do Turismo da Universidade de Aveiro. 
Doutoramento em Antropologia. Especialização em Antropologia do Turismo, Políticas e Imagens de Cultura e Museologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. 
Mestrado em Património e Museologia. Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Áreas de investigação: Turismo; Antropologia; Património e Museologia.
Investigadora colaboradora do Centro de Investigação em Antropologia (CRIA-FCSH-UNL) e do GOVCOPP- Unidade de Investigação em Governança, Competitividade e Políticas Públicas da Universidade de Aveiro.
Investigadora efetiva do TECHN&ART - Centro de Tecnologia, Restauro e Valorização das Artes do Instituto Politécnico de Tomar

Luís Mota Figueira


 
Professor Coordenador- Instituto Politécnico de Tomar, UD-Ciências Sociais. Membro: Integrado no GOVCOPP – Univ. Aveiro; Colaborador no Techn&Art – IPT; no CITUR – IPL; Geociências - Univ. Coimbra; Conselho Geral do Instituto Politécnico de Tomar; Conselho Científico da Escola Superior de Gestão de Tomar. Diretor do L-Tour.ipt – Laboratório de Turismo- Doutoramento em História da Arte (Univ. Coimbra) - Pós-Doutoramento em Turismo, (Univ. Aveiro) - Diretor Técnico do Museu Agrícola de Riachos e Casa Memorial Humberto Delgado-Brogueira, Torres Novas. Investiga em Turismo, Roteirização, Património Cultural, História da Arte, Museologia/ Museografia. Publicou, entre outros: Manual para Elaboração de Roteiros de Turismo Cultural (2013); Apresentação - Interpretação Patrimonial em Turismo (2018), em http://www.cda.ipt.pt; Igreja de Nossa Senhora da Graça – Sé Catedral da Cidade da Praia da Ilha de Santiago-Cabo Verde: Subsídios para um Guia de Visita e Interpretação (edição 2019 do IDECI, sob original de 2008), em http://ideci.pt/ .

Jorge Santos


Atualmente é formador nas áreas de turismo e animação sócio cultural no Agrupamento de Escolas de Proença - a - Nova,  conjugando com a função coordenador dos Cursos Profissionais do mesmo Agrupamento. Finalista na última edição dos Education Hospitalty Awards (Turismo de Portugal), na categoria de melhor formador do ensino profissional em turismo em Portugal, é possuidor de uma diversa experiência no ramo do ensino profissional em turismo, pelos projetos profissionais desenvolvidos no ensino profissional ao longo do tempo. É  técnico de percursos pedestres da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, estando a trabalhar no desenvolvimento e renovação de uma rede de percursos pedestres no Município de Oleiros. É  ainda Confrade Fundador da Confraria Gastronómica do Cabrito Estonado de Oleiros, e presidente da Associação Portuguesa de Turismo em Espaços Rurais e Naturais.

João Tomaz Simões


Licenciado em Turismo (ISLA), Mestre (ESGT) e Doutorando em Turismo (IGOT - ESHTE), divide as suas atividades entre consultoría empresarial e a docência em Ciências Sociais (Geografía e Turismo) entre o 2º Ciclo e o curso de Licenciatura. Desenvolve ainda atividade de Investigação enquanto Professor Assistente no Instituto Politécnico de Tomar, nas áreas do turismo, da economia, do ambiente e do ordenamento do território. 

Filipa Fernandes


Filipa Fernandes, vereadora da câmara municipal de Tomar, eleita em outubro de 2017, nasceu em 1983 e veio viver para Tomar quando tinha 5 anos.

Licenciou-se em Animação Socioeducativa na Escola Superior de Educação e pós-graduou-se em Património Cultural e Imaterial na Universidade Lusófona.

Enquanto estudava e após vários estágios curriculares na área social e cultural, coordenou e monitorizou campos de férias para crianças e jovens.

Em 2010, inicia a sua carreira na área da intervenção e ação social, com especial enfoque na intervenção sociofamiliar e prevenção de abandono escolar em fase precoce, bem como lecionando na sua área de formação.

Em 2014, começou a trabalhar na junta de freguesia urbana de Tomar, onde desempenhou funções de gestão na área social, cultural e educativa.

Marco Daniel Duarte


É diretor do Museu do Santuário de Fátima e do Departamento de Estudos da mesma Instituição religiosa. É ainda diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima. Doutorado em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, tem desenvolvido a sua investigação no âmbito dos estudos da Iconografia e da Iconologia, e, bem assim, no âmbito de diferentes temáticas relacionadas com o pensamento humano no contexto da História de Fátima. 

Pertence à Academia Portuguesa da História, como Académico Correspondente, à Academia Nacional de Belas-Artes, como Académico Correspondente Nacional, é Sócio Efetivo da Associação Portuguesa de Historiadores da Arte, Membro da Sociedade de Geografia de Lisboa, da Sociedade Nacional de Belas Artes e da Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa. É Investigador do CLEPUL, Centro de Investigação da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, e do CEIS20-UC, Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX, da Universidade de Coimbra. Autor de vários estudos publicados em revistas científicas e editados em livro, alguns deles premiados, comissariou diversas exposições científicas subordinadas às temáticas da sua especialidade. 

Joaquim Feliciano da Costa


Engº, exerceu atividades na área do projeto com equipas reconhecidas a nível nacional, empresário na área da construção e execução de trabalhos na área de eletrotecnia, telecomunicações e segurança, professor do secundário e formador. Foi Presidente da Assembleia Municipal de Belmonte e atualmente Presidente do Conselho de Administração da Empresa Municipal de Belmonte, responsável pela gestão dos museus, turismo e divulgação de Belmonte em Portugal e Estrangeiro.